Categoria: Notícias

Noticias Probat Leogap

cafezal em flor

A experiência do ‘Cafezal à Xícara’ na Fazenda Cafezal em Flor

Tudo começou ao som de “Flor do Cafezal”, de Cascatinha e Inhana. Certo dia, lá em 1998, a Família Bichara foi em busca da realização de um sonho promissor – ter a sua própria fazenda de café. Quando avistaram a propriedade do ponto mais alto da região, souberam que era ali onde tudo começaria.

Situado numa face da Serra da Mantiqueira, pertinho de um antigo ponto da Ferrovia Mogiana sobre o rio Camanducaia, a Fazenda Cafezal em Flor, que recebeu esse nome em homenagem a música sertaneja, começou a dar seus primeiros passos com a ajuda de Tuffi Bichara. Ele e toda a sua família deram um novo sentido para o antigo cafezal judiado que havia no local.

O pontapé inicial foi a semeadura de 25 mil novas mudas de cinco variedades do Coffea Arábica. A escolha singular tem uma razão: o proprietário percebeu que o terroir da região era excelente, graças a características do solo, altitude e clima.

“Definimos juntos que deveríamos trabalhar o conceito de Cafés Especiais, proporcionando aos futuros visitantes e clientes o consumo de uma bebida de máxima qualidade”, conta Mateus Bichara, filho de Tuffi.

Sr. Tuffi e Matheus Bichara.

Sr. Tuffi e Mateus Bichara.

Porém, apenas o sonho não era suficiente – era necessário também ir atrás de estratégias específicas para fazer o negócio crescer e ter visibilidade. Foi então que a família Bichara se associou à Cooperativa Cooxupé, com o objetivo de buscar conhecimento técnico e aplicar tecnologia e avanços agronômicos na fazenda.

“A cada ano realizamos uma nova descoberta e assim fomos nos apaixonando pelo café cada vez mais, foi nesse ponto que redescobrimos nossas raízes”, relata Mateus.

O esforço valeu a pena. Após muita experiência adquirida ao longo de 20 anos, o sr. Tuffi conquistou o reconhecimento do setor. Além de receber diversos prêmios regionais de qualidade, em 2015 o café da Fazenda Cafezal em Flor ficou entre os 10 Melhores Cafés do Brasil no Coffee of the Year, na Semana Internacional do Café em Belo Horizonte.

“Essa conquista vem para reforçar o nosso diferencial: cafés selecionados que são produzidos em uma das regiões cafeeiras mais importantes do Brasil”.

Contato com a Probat

Reconhecimento recebido, mas ainda faltava algo. Buscando sempre a excelência, os proprietários da fazenda decidiram ir além do plantio para transformar o local também em um negócio voltado ao agroturismo e a comercialização do seu café para o consumidor final. Durante a Semana Internacional do Café de 2017, a família Bichara participou do Seminário Roast Lab com o intuito de decidir os próximos passos.

“Assistimos o Workshop de torra e ficamos encantados com as apresentações da Georgia Franco (Lucca Cafés Especiais) e do Paulo Kleinke, Diretor da Probat Leogap. A princípio não achávamos que teríamos condições de dar um salto tão grande, mas depois de muita conversa, percebemos que a Probat realmente é uma empresa parceira do produtor e que estava disposta a nos apoiar na nossa busca pela excelência, foi então que adquirimos nosso torrador Probatone 5”.

Na última semana de Fevereiro o torrador chegou na fazenda. Cercado por muita emoção e expectativa, Mateus conta que a instalação e o treinamento realizado pela equipe técnica foi incrível, e que após essa data a produção das torras tem ocorrido de forma ágil e descomplicada.

“A equipe toda sem nenhum exagero nos tratou muito bem e com a máxima disposição em nos orientar. Tivemos um dia de treinamento maravilhoso, no qual todos os funcionários da fazenda puderam testar o equipamento e perceber as vantagens de trabalhar com ele. Estamos maravilhados com o resultado das torras. Finalmente alcançamos nosso objetivo: melhorar a qualidade de nosso café na etapa que mais tínhamos dificuldade”.

A instalação do novo torrador foi um momento muito especial para a fazenda, marcada por um evento de inauguração dessa nova etapa na produção de cafés especiais:

“Guardamos com carinho a rolha do vinho que tomamos ao brindar, junto ao pessoal da Probat, um momento tão especial em nossas vidas. Para coroar, fizemos no dia seguinte, um evento de inauguração dessa nova etapa em nossa produção de café especiais, com um tour guiado mostrando todo o processo produtivo. Contamos com vários profissionais:  desde agrônomos, Q-graders, baristas, além dos profissionais da Probat. Também tivemos a presença de nossos hóspedes da Pousada Cafezal em Flor, onde pudemos fazer o que mais nos motiva: formar novos consumidores e introduzi-los ao mundo da “3ª Onda do Café”, permitindo a eles o contato com todas as etapas de produção de cafés de qualidade.

Rolha de Inauguração

Rolha de Inauguração

O momento da torra do café em nosso novo equipamento foi o ápice dessa experiência cafeinada no evento inaugural entitulado ‘Do Cafezal à Xicara’. Todos bateram palmas ao ver o café torrado saindo de nosso Probatone 5, agora carinhosamente batizado de Locomotiva 2402, dia de sua inauguração!”

Algumas semanas após o evento, Matheus relata que o dia-a-dia na fazenda ficou muito mais dinâmico com o Probatone 5:

“Nossa ‘Locomotiva 2402’ está a todo vapor. Estamos impressionados com a rapidez com que o equipamento responde aos comandos, conseguimos traçar os perfis de torra para todos nossos microlotes com muita facilidade. Sentimos que nossa rotina será de grande aprendizado daqui pra frente, já desenvolvemos inclusive uma ‘paleta de torras’ diversificada para criar blends com as variedades do Arábica cultivadas aqui”.

IMG_1492 11111 (22)Plantio, torrefação e agroturismo, unindo essas 3 vertentes a família Bichara está focada na expansão da marca nos próximos anos:

“Nosso objetivo é levar até o consumidor a experiência completa do cafezal à xícara por meio de nossas visitas guiadas e eventos de imersão no mundo dos cafés especiais”.

 

Fotos: Guilherme Cordeiro

Site da Fazenda: http://www.cafezalemflor.com.br/

 

mogiana

Um novo conceito de laboratório de torra de cafés especiais na região da Alta Mogiana

Apaixonado por café há muitos anos, o primeiro contato de Julio Tuim com um equipamento Probat aconteceu em 2005, quando trabalhava como auxiliar de classificação e degustaçãode cafés na Fazenda Pedregulho, interior de SP.

De lá pra cá muita coisa mudou, mas a sua paixão pelo café se intensificou cada vez mais. Julio passou a operar o Probatino no laborário de torra onde trabalhava, participou do setor de controle de qualidade do café da marca Octavio Coffee, também foi barista, até que em 2011 decidiu abrir seu próprio negócio. Após 11 anos atuando nos bastidores, Julio tornou realidade o sonho que tinha de montar a sua própria empresa, focada na assessoria e qualidade pós-colheita de cafés voltado para produtores da região da Alta Mogiana.

E assim nasceu a ‘Mogiana Assessoria em Cafés Especiais’, uma empresa que investe na capacitação de novos profissionais que desejam ingressar no universo dos cafés especiais.

“Os dois primeiros anos de atuação tiveram foco em prestar consultoria aos produtores, no terceiro ano passamos a auxiliar algumas marcas na comercialização de cafés e atualmente estamos focados no curso de torra, uma novidade que trouxemos para completar de vez nossa atuação no mercado”

Em Maio de 2017, Júlio montou um laboratório de torra da cidade de Franca e, para começar o  com o pé direito, apostou no Probatino:

“Para mim foi uma escolha muito natural, pois ao longo de vários anos utilizando o equipamento, sempre soube que quando tivesse o meu negócio, iria investir num torrador completo como o Probatino”

O mestre de torra reforça ainda a facilidade que possui em trabalhar com um torrador preciso e fácil de dominar:

“Falar da Probat é muito fácil, sempre tive um amor especial pela marca. Não apenas pelos excelentes equipamentos, mas também pela equipe dedicada que presta a melhor assessoria, o pós-venda é incrível”

Representante da Bourbon Specialty Coffe, Tuim está focado na expansão do negócio nos próximos anos:

“Queremos cada vez mais deixar a nossa marca no segmentos dos cafés especiais nacionais, vamos continuar oferecendo o nosso melhor para atrair cada vez mais novos adeptos para o mercado”.

 

bb

De volta para o passado #probat150

#probat150 – E as comemorações do nosso aniversário continuam!

No post especial de hoje você vai adentrar ao universo vintage do café: veja que incrível essas fotos de torradores e linhas industriais antigas, muitas delas ainda em plena operação nos dias atuais. Confira:

Markus Coffee Co. - Londres, recebeu seu Junior L12 em 1957. O mais interessante é que em pleno ano de 2018 o torrador continua operando a todo vapor!

Markus Coffee Co. – Londres, recebeu seu Junior L12 em 1957. O mais interessante é que em pleno ano de 2018 o torrador continua operando a todo vapor!

Moinhos UW801 nas instalações da IAMA em Copenhagen - Dinamarca em 1971.

Moinhos UW801 nas instalações da IAMA em Copenhagen – Dinamarca em 1971.

Foto incrível dos torradores G90 na planta industrial da Tchibo-Kaffee em 1952 na cidade de Hamburgo, Alemanha.

Foto incrível dos torradores G90 na planta industrial da Tchibo-Kaffee em 1952 na cidade de Hamburgo, Alemanha.

Em 1955 lá estava ele, o 'vovô' da atual linha Shoproaster, na Koffiebranderij De Evenaar.

Em 1955 lá estava ele, o ‘vovô’ da atual linha Shoproaster, na Koffiebranderij De Evenaar.

Junior L5 em torrefadora alemã.

Junior L5 em torrefadora alemã.

Esse gigante vintage é um dos torradores mais antigos do nosso acervo fotográfico - registro de 1936.

Esse gigante vintage é um dos torradores mais antigos do nosso acervo fotográfico – registro de 1936.

Entrega do torrador M350 na década de 50 para empresa norte-americana.

Entrega do torrador M350 na década de 50 para empresa norte-americana.

Torrador Junior LG 5.

Torrador Junior LG 5.

Programação #probat150

Todas essas fotos vistas acima contam um pouco sobre a nossa história ao longo de mais de um século e meio. Desde a fundação da primeira fábrica na Alemanha muita coisa mudou, só não mudou a nossa paixão por produzir soluções inovadoras para a indústria do café.

Ao longo desse ano preparamos uma programação especial para homenagear toda a trajetória da marca preferida dos mestres de torra. No mês de Setembro, mais especificamente entre os dia 19 e 20, acontecerá na sede da Probat (Emmerich, Alemanha), o Coffee Symposium. Serão 2 dias intensos de palestras e workshops  ministrados por especialistas do setor que irão dividir suas experiências e conhecimento sobre o mercado, com debates e discussões sobre soluções, tecnologias e as tendências dos próximos anos.

Você é nosso convidado especial! Saiba mais clicando aqui: https://www.probat150.com/en/

Use a hashtag #probat150 e ajude-nos a contar essa história!

linha-shoproaster-packshot

Como escolher o torrador de café ideal para o seu negócio?

Já não é novidade que o mercado de cafés especiais vem crescendo a cada ano. Em 2016 o setor movimentou no varejo cerca de R$3,2 bilhões apenas em solo brasileiro, o que representa 901,7 mil sacas de grão especial de acordo com um levantamento realizado no ano passado pela Euromonitor International que foi encomendado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA). Com um crescimento tão promissor, é evidente que a oferta ao consumidor está aumentando , assim como a concorrência em mais de 13 mil cafeterias espalhadas pelo Brasil. A questão é: em um mercado onde a disputa por um espaço e por consumidores é tão acirrada, como um negócio pode ganhar destaque. Questões como essa sem dúvida passam pela cabeça de quem deseja abrir uma microtorrefadora ou reformular a sua Coffee Shop, e para obter sucesso nessa jornada, contar com o melhor torrador de café faz a diferença, já que a torra é a chave para imprimir a identidade da marca no café.

Há mais de meio século a Probat Leogap realiza um trabalho intenso no desenvolvimento do melhor torrador de café. Seja um equipamento inicial que permite a torra de até 1kg de café ou torradores mais robustos para torrar até 60kg, o fato é a Probat sempre oferece a solução ideal para qualquer tipo de torrefadora, desde pequenas cafeterias que desejam torrar o seu próprio café, até grandes indústrias de café. Se você ainda tem dúvidas sobre o equipamento certo para a sua torrefação, nós vamos te ajudar com algumas dicas de torradores de café que podem se adequar à necessidade do seu negócio. Confira:

Probatino

Produzido exclusivamente no Brasil e exportado para todo o mundo, o Probatino é o queridinho dos mestres de torra. Eleito como torrador de café oficial do Cup of Excellence, o equipamento é perfeito para produzir blends exclusivos de cafés especiais, seja em pequenos lotes para clientes individuais ou para a elaboração de perfis personalizados.

Com capacidade para torras até 1kg, o Probatino possui design clássico e acabamento personalizado em aço inox, sendo assim objetivo de desejo de muitos torrefadores, isso porque foi projetado para ser compacto e ergonômico, permitindo facilidade e rapidez nos ajustes.

Probatone 5 – O Torrador de Café oficial do 1º Campeonato Brasileiro de Torra

Projetado para ser polivalente, o Probatone 5 é indicado para para quem deseja maximizar a produção de torras de cafés especiais assim como torradores maiores fazem. Eleito o torrador oficial do 1º Campeonato Brasileiro de Torra, o Probatone conta com a tecnologia exclusiva do Pilot Roaster Shop, um sistema que permite aos profissionais controlar com precisão a curva de torra, salvando perfis e receitas, garantindo assim um alto grau de repetibilidade das torras, com ferramentas que você consegue controlar na palma da sua mão, diretamente de um smartphone, tablet ou notebook.

O Probatone 5 tem capacidade para torrar até 5kg de café. Graças a seus dois ventiladores com ciclones independentes (um para sistema de ar quente do torrador e outro para o resfriamento dos grãos) é possível fazer uma nova torra enquanto outros grãos vão sendo resfriados, otimizando assim o tempo de produção.

Probatone 12

Pequeno o suficiente para ser flexível, grande o suficiente para produção em larga escala, o Probatone 12 é a máquina ideal para os mais ambicisos mestres de torra. Com capacidade para processar até 400kg de café verde em 340kg de café torrado em apenas 8 horas, o torrador de café possui controles digitais de temperatura e tempo, com um sistema de acendimento automático e monitoramento da chama piloto para a total segurança da torra.

Probatone 25

Para quem sonha com uma grande produção ou tem um negócio que está caminhando para a expansão, o Probatone 25 é a escolha perfeita. Com capacidade para 800kg de torra todos os dias, esse torrador de café robusto proporciona torras únicas e em larga escala.

Além de controles digitiais para medir temperatura e tempo, o Probatone 25 conta com um sistema de acendimento automático da chama piloto para total segurança, evitando acidentes e otimizando ainda mais a produção.

Probatone 60

Com um design único, o Probatone 60 é o torrador de café perfeito para quem busca larga escala na torra de cafés especiais mas não abre mão da qualidade, sendo a opção ideal para determinar o mais eficiente ponto de torra. Essa robusta máquina é capaz de torrar até 240kg de café por hora! Seu queimador de alta tecnologia é totalmente ajustável e foi desenvolvido para atingir a máxima eficiência de combustão, o que reduz a emissão de gases e o impacto ambiental.

E então, já sabe qual o torrador de café que mais se adequa à sua necessidade? Se ainda está com alguma dúvida, a Probat Leogap oferece assessoria personalizada para te ajudar na melhor escolha. A certeza que temos é que ao escolher um torrador Probat, você está optando por equipamentos inovadores e de grande qualidade!

Fale com a gente, teremos o prazer de atendê-lo!

 

 

 

clo

Café Lontrinha: 60 anos de tradição que marcaram a história do café paranaense

“Uma empresa familiar, que tem como maior diferencial a qualidade do produto que chega à mesa do cliente”

É assim que Lucio Pereira de Oliveira, Diretor Comercial do Café Lontrinha, define os 60 anos de tradição da marca que comemorou mais um ano de atividade no último dia 15.

Sediada em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais no Paraná, a história do Café Lontrinha começou em 1958, quando o sr. Raul Pereira de Oliveira Neto inaugurou a sua tão sonhada fábrica de café. Com o apoio da sua esposa, a sra. Lívia Pacheco de Oliveira, a torrefação acabou ganhando em pouco tempo espaço e reconhecimento no mercado, o que fez com que o sr. Raul e toda a sua equipe viajassem por todo o estado em busca dos melhores cafés e de equipamentos de ponta.

Lucio Pereira de Oliveira, 3ª geração do Café Lontrinha, é responsável pelos setor comercial da empresa. Ele nos conta com orgulho que a parceria com a Probat, logo no início da década de 70, foi fundamental para o desenvolvimento dos produtos, o que favoreceu mais tarde, o crescimento da marca que atualmente distribui seu café para cerca de 40 municípios da região dos Campos Gerais.

“A partir da chegada das novas tecnologias e de equipamentos inovadores, a empresa foi assessorada pela Leogap para adquirir equipamentos que trouxessem melhores resultados e menos danos ao meio ambiente através de máquinas que agregassem um alto valor no resultado final do produto, trazendo assim mais qualidade para o nosso café”.

Linha de produção

Na fábrica, são muitos os equipamentos que levam o logo Leogap: 2 torradores da linha 2000 movidos a gás natural, 2 linhas de moagem com moinhos de rolo, além de toda a parte de silos e equipamentos como elevadores para café torrado e moído, dosadores e balanças utilizadas na produção dos blends da marca. A relação de confiança construída ao longo dos anos fez com que o Café Lontrinha desenvolvesse uma parceria de longa data com a Probat Leogap:

“A resistência e a longevidade dos equipamentos Probat nos dá segurança para trabalhar, pois sabemos que estamos lidando com máquinas robustas, dessa forma trabalhamos com tranquilidade e podemos focar no aumento da produtividade dentro da fábrica”.

Com uma produção média de 130 a 150 toneladas de café por mês, valor equivalente a 3mil sacas , a marca Café Lontrinha investe cada vez mais em equipamentos modernos e em um criterioso checklist de qualidade durante a escolha da matéria-prima, já que este é o  fator crucial para determinar a qualidade do produto que chega à xícara do consumidor final.

cl

p150

Probat 150 anos: saiba mais sobre essa história de sucesso

2018 é um ano muito importante para a Probat! Fundada em 1868 pelos alemães Alex van Gülpen, Johann Heinrich Lensing and Theodor von Gimborn, a fábrica de torradores de café sediada na cidade de Emmerich am Rhein, no noroeste da Alemanha, está completando 150 anos. E não para por aí! A Probat Leogap, empresa 100% brasileira também está de parabéns, pois logo irá completar 55 anos de trajetória desde a sua fundação em 1963.

A paixão pelo café e o amor pela engenheira deram o pontapé inicial para a concepção da empresa e toda a sua estrutura que há mais de um século e meio traz soluções inovadoras em equipamentos para torra e moagem de café. Para conhecer mais sobre a nossa história, a sede alemã criou um site especial onde é possível acompanhar a linha do tempo dos momentos que marcaram a trajetória da empresa desde a inauguração da primeira fábrica, além de vídeos especiais produzidos com depoimentos de pessoas que fazem da Probat uma marca líder no segmento em que atua. No site também é possível ter acesso aos eventos de comemoração do aniversário da Probat que acontecerão ao longo do ano, como por exemplo a participação no 7º India Internacional Coffee Festival (IICF), feira internacional que reúne os maiores nomes do setor. A Probat está presente no Festival com um estande especial dos 150 da marca,  dando início oficial às primeiras comemorações.

Assista ao vídeo institucional Probat 150:

Use a hashtag #probat150 nas redes sociais!
luiz_supernova

Supernova Coffee na busca pela democratização dos cafés especiais do Brasil

Foi durante a universidade que Luiz Eduardo Melo teve seu primeiro contato com o café especial. Lá em 2003, entre uma aula e outra, o estudante de direito estendia o estudo visitando algumas cafeterias de Curitiba que ofereciam cafés especiais, afinal de contas para quem é estudante de graduação o café funciona como um motor para continuar esperto durante uma rotina tão exaustiva.

“Quando provei o café especial pela primeira vez vi que a bebida com a qual estava acostumado não era café. A partir de então me tornei um apreciador”

Passado alguns anos da primeira experiência com o café especial, Luiz concluiu a faculdade e começou a trabalhar na empresa da família, porém em 2013 interrompeu suas atividades em busca de uma nova ocupação. Convidado por um amigo para um viagem de negócios até a Tanzânia, Luiz descobriu  por acaso sua verdadeira vocação:

“Quando cheguei no país e tive contato com a excelência dos cafés africanos algo novo despertou dentro de mim, e foi nesse exato momento que percebi que o café seria meu novo caminho. Bastava apenas colocar as habilidades em prática que tudo ia dar certo”

Luiz voltou para Curitiba e viu a oportunidade de empreender na capital após um longo estudo realizado, e abrir uma microtorrefadora parecia um excelente negócio.

“Percebi que o café tinha uma relação com as pessoas que nenhuma outra bebida tem – nem o vinho possui isso. O café é consumido desde por uma criança até um idoso, além do fato de que o café está em todas as classes sociais, atinge todas as raças e gêneros – foi então que percebi que o café era muito mais do que um produto”

A ideia de abrir uma microtorrefadora ao invés de somente uma cafeteria surgiu após o torrefador conhecer alguns modelos na Europa e nos Estados Unidos. Seu principal objetivo desde o início era trazer ao brasileiro um contato profundo com o verdadeiro café, uma bebida que muita gente não estava acostumada.

“Torrando o meu próprio café crio um vinculo não apenas com a origem do grão, mas também com o cliente que deseja adentrar nesse universo”

Com 4 lojas espalhadas pela cidade atualmente, Luiz nos conta como foi importante a realização de estudos específicos para escolher cada locação do Supernova Coffee.

“Todos os pontos foram muito bem estudados para atingir não apenas quem já consome cafés especiais, mas também para alcançar quem ainda não conhece esse universo. As lojas centrais que oferecem o serviço de café pra viagem, por exemplo, ficam localizadas em pontos estratégicos perto de praças e do calçadão, dessa forma as pessoas que passam pela rua se sentem atraídas a visitar o espaço quando sentem o cheiro delicioso de torra e acabam comprando um café para experimentar mesmo que esteja na correria do dia-a-dia”

Cliente da Probat desde que a loja iniciou suas atividades, o torrefador não esconde a preferência pela marca.

“Quando criamos o Supernova Coffee nosso objetivo era demonstrar qualidade e ser reconhecido pela excelência na torra de cafés especiais, e apenas o melhor equipamento do mercado nos ajudaria a cumprir essa missão”

Dono de um Probatone 5, desde que começou a torrar cafés Luiz foi em busca de cursos de torra para aperfeiçoar cada vez mais suas habilidades. Roaster Professional certificado pela Specialty Coffee Association of America (SCAA) Luiz também é instrutor sensorial de torra, uma certificação que carrega com orgulho.

“Busquei o estudo para aperfeiçoar cada vez mais o nosso café e entregar um produto de qualidade para o consumidor. Trabalhando com um Probat me sinto seguro e confiante; tenho muito mais facilidade para aprender, ensinar e manter a constância na qualidade da torra, fator determinante que ajudou na expansão da nossa marca”

Café não é só Café

A missão do Supernova Coffee, segundo Luiz, é democratizar o café.

“Aumentando a divulgação dos cafés especiais, mais pessoas irão se interessar pela bebida e consequentemente todo o mercado vai ganhar”

O proprietário investe em diversas ações que visam alcançar novos adeptos do café especial, como por exemplo o oferecimento de provas gratuitas a novos consumidores, realização de palestras específicas sobre o tema, aproximação de produtores com clientes que desejam saber de onde vem o grão e também mostrando ao produtor quem é o consumidor final de todo o seu trabalho que começou lá na lavoura.

O documentário “Café não é só café”, uma produção independete do Supernova Coffee, é exemplo desse trabalho de democratização do café. Desde o início de 2017 a equipe do Supernova em parceria com a Probat produziu um filme que mostra toda a cadeia produtiva do café desde o plantio do grão nos cafezais até a bebida chegar na xícara do consumidor. O material que foi exibido em um pré-lançamento durante a Semana Internacional do Café, em Setembro, foi uma oportunidade encontrada pelos proprietários da microtorefadora para deixar um legado para o Supernova Coffee.

“As pessoas não tem noção do trabalho que existe por trás de uma xícara de café e o objetivo do documentário é trazer a tona toda a trajetória desse processo e incentivar cada vez mais a produção dos cafés especiais no Brasil”

 

 

cora_coffee

Cora Café aposta na diversidade dos cafés especiais para gerar um negócio de sucesso

Homenagem à grande poetisa brasileira Cora Coralina, o Cora Café nasceu com o objetivo de valorizar a força feminina por trás do café e provar que a diversidade de sabores e aromas no Brasil é o que faz o país ser reconhecido como um dos mais importantes produtores do grão no mundo todo.

Em 2015, Bruna Mussolini e o marido decidiram empreender, mas ainda não sabiam em qual ramo investir. Formada em Gastronomia, ela pensou em abrir um restaurante, fez até alguns cursos de gestão específicos da área, mas devido a complexidade e a logística optou por escolher um modelo mais simples de atuação – uma cafeteria. Com isso definido, Bruna deu início a uma série de cursos de barismo para mergulhar de cabeça no universo dos cafés especiais.

“Lembro-me que fiz vários cursos de barismo, mas ainda não havia me encontrado na profissão, até que em uma das escolas por onde passei me indicaram o curso de torra, pois acreditavam que eu tinha perfil para me tornar uma torrefadora”

Motivada pelo conselho, ela procurou um curso específico de torrefação e se apaixonou. “Foi amor à primeira vista. Quando torrei pela primeira vez soube que era isso que eu queria fazer para o resto da minha vida”.

A escolha pela Probat no Cora Café

Depois de investir pesado em tantos cursos, Bruna focou cada vez mais na sua formação e começou a buscar o melhor equipamento para o seu negócio. Através de uma indicação do mestre Jack Robson, ela conheceu a Probat.

“Todos os equipamentos que utilizei para torrar durante os meus estudos não me deixaram satisfeita. Em uma conversa com o professor, perguntei qual torrador ele me indicava e sem pensar duas vezes, Jack falou sobre a marca Probat, conhecida como a Ferrari dos torradores. Confiei na dica dele e até hoje não me arrependo de ter escolhido o Probatone 12 para torrar o meu café”.

No início de 2017, Bruna entrou em contato com a equipe da Probat para buscar mais informações sobre a marca. Após uma visita feita na fábrica, ela finalmente decidiu investir no Probatone 12.

“Fiquei encantada quando visitei a fábrica da Probat em Curitiba. Além da qualidade e precisão do equipamento, o fato da marca ter base no Brasil e oferecer todo apoio de assistência técnica me trouxe segurança. Esses atributos foram fatores decisivos na escolha do torrador”

Após a experiência adquirida no curso de torra, Bruna optou por abrir mão da cafeteria e focar apenas na torra de cafés especiais. A torrefação Cora Café iniciou suas atividades em Agosto de 2017, logo após a chegada do P12 nas instalações do hotel fazenda da família, o Boi Sentado Hotel e Fazenda, localizado na cidade de Santa Rita do Passa Quatro, interior de São Paulo.

“Comecei a torrar meu próprio café em uma excelente maquina. Estou operando há 3 meses e já desenvolvi  todo o plano de torra da marca de maneira ágil e descomplicada, graças ao treinamento eficiente que recebi do fabricante para conseguir operar o equipamento.  Um dos fatores que mais me impressiona é a rápida resposta de temperatura que consigo obter no Probat, já que em outros equipamentos que torrei não era assim. É um torrador muito inteligente”

Quem chega no Cora Café é recebido logo com um café saboroso por conta da Bruna. Antes de conhecer qualquer curiosidade sobre a empresa, o visitante experimenta a bebida (momento onde muitos tem o primeiro contato com o café especial) e se impressiona com o sabor. Um dos grandes diferenciais da casa, além da valorização da mulher no setor, é trabalhar com diferentes tipos de grãos que existem no país.

“Mostrar que o café brasileiro não é algo exclusivo apenas de uma região é trazer novas experiências e a oportunidade de conhecer mais sobre as inúmeras qualidades de café que temos em um país tão rico em diversidade”

 

 

blog_probat

Com auxílio do Probatino, torrefador cria blend inédito que promete um café com alto teor de cafeína

Advogado de formação e empreendedor por vocação, Guilherme Damaceno mergulhou fundo no universo dos cafés especiais em 2015, quando por interesse em empreender cedeu à proposta de um amigo e comprou uma cafeteria em Curitiba onde permaneceu na liderança do negócio ao longo de 2 anos.

Porém, estar a frente de um comércio bem sucedido não foi suficiente – no início de 2017 Guilherme decidiu realizar um sonho já antigo – abrir sua própria microtorrefadora e vender seus cafés assinados pela marca ‘Get Up’, de sua autoria. Para dar sequência ao plano, Guilherme foi até São Paulo estudar torrefação na Academia de Café onde teve seu primeiro contato com um equipamento Probat. Ao torrar pela primeira vez com o Probatino, ele teve certeza que estava no caminho certo.“Sempre ouvi dizer que um Probat é como a ferrari dos torradores e depois da minha primeira experiência na Academia do Café torrando em um Probatino, foi paixão a primeira vista pela marca”, conta.

Get Up Coffee

Desde que finalizou o curso, Guilherme voltou determinado para Curitiba e junto com um sócio está trabalhando pesado no lançamento da sua marca que promete trazer um blend de café inovador:

“Além de ser um café de qualidade, o principal diferencial do Get Up é o alto teor de cafeina do grão – cerca de 220% a mais do que a concentração encontrada nos cafés comuns. O segredo para alcançar essa variação está na escolha da região onde o café foi plantado, além da seleção minuciosa dos melhores grãos que irão compor o blend”

A ideia nasceu depois de Guilherme observar que os brasileiros bebem muitas xícaras de café por dia não apenas por costume, mas também para se manter ativo ao longo da jornada. Com o Get Up, ao ingerir apenas uma xícara do café especial é possível absorver mais cafeína do que nos cafés comuns e assim realizar várias rotinas diferentes durante o dia com o mesmo vigor.

Com  torras realizadas diariamente no Probatino, o empresário iniciou recentemente os primeiros testes para em breve implementar seu novo produto no mercado dos cafés especiais.

“Minha experiência com o torrador tem sido ótima, me adaptei rapidamente após realizar vários testes para compor o meu blend e tudo ocorreu de forma ágil e descomplicada”

Além da venda para varejistas e para o consumidor final na loja fixa, Guilherme tem como objetivo principal investir nas vendas online, com seu blend disponível para compra em todo o Brasil no e-commerce exclusivo da marca.

vencedores-camp-torra

Brasil define representante do 1º Campeonato Nacional de Torra de Café 2017

O 1º Campeonato Brasileiro de Torra de Café 2017 foi um sucesso! Após 3 dias de orientações e provas, Robson Rodrigues Ribeiro, da Cooperativa Regional dos Cafeicultures do Vale do Rio Verde (Cocarive), de Carmo de Minas (MG) foi anunciado como o grande vencedor da competição. Os torrefadores Thiago de Oliveira (Octavio Café  – SP) e Jack Robson Silva (Just Coffee – MG) também garantiram o troféu de 2º e 3º lugar na competição que aconteceu em Curitiba dos dias 15 a 18 de Setembro na fábrica da Probat Leogap e no Lucca Cafés Especiais.

Durante a competição, os 16 participantes desenvolveram seu plano de torra e fizeram uma descrição sensorial do café que entregariam. Com esses critérios, os juízes puderam avaliar na úlitima segunda-feira quanto o participante foi fiel à curva de torra planejada e o resultado sensorial da bebida. Participaram desta edição José Renato Figueiredo (Café do Zé) que atuou como Head Judge, Lukasz Jura (World Coffee Events), Georgia Franco de Souza (Lucca Cafés Especiais), Paulo Cesar Figueiredo (Carmocoffees) e Flávio Borem (UFLA) como juízes sensoriais.

Com a mesma quantidade e qualidade de café fornecido aos competidores ao longo do campeonato, o juiz José Renato Figueiredo explica que durante a avaliação dos cafés foram levados em consideração aspectos como aroma, sabor, retrogosto, acidez, corpo , doçura e balanço.

“A avaliação foi realizada com base na análise da qualidade do café apresentado por cada competidor. Após a somatória das notas obtidas em cada item é que chegamos a conclusão sobre o grande vencedor”, conclui.

Robson Ribeiro, 1º lugar no Campeonato Brasileiro de Torra de Café 2017 irá representar o país no World Coffee Roasting Championship que acontece em dezembro na cidade de Guanzhou, na China. Quando questionado sobre a vitória, o torrefador mineiro conta que a dedicação foi o fator que mais ajudou durante a realização da torra oficial.

“Torro café há cerca de 6 anos, acredito que a prática diária tanto no trabalho como em casa possibilitou que eu ganhasse a competição, daqui pra frente vou continuar treinando ainda mais para representar muito bem o Brasil no mundial”, destaca.

Sobre a competição

O 1º Campeonato Brasileiro de Torra de Café 2017 foi uma ação do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation” realizada pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Probat Leogap e Lucca Cafés Especiais.

Eluana Santos, responsável pela organização do evento, destaca a importância da competição para o segmento dos cafés especiais no Brasil.

“O 1º Campeonato Brasileiro de Torra de Café 2017 foi um evento muito enriquecedor,  pois conseguiu concentrar diversas pessoas que estão envolvidas diariamente com o universo dos cafés especiais. Produtores que trabalham em fazendas, torrefações, cafeterias e até grandes indústrias cafeicultoras puderem trocar experiências e conhecer mais sobre o trabalho tão importante do mestre de torra, que dedica anos de empenho e estudo para ofecer uma torra com qualidade capaz de entregar um produto de excelência na xícara”, finaliza.