A experiência do ‘Cafezal à Xícara’ na Fazenda Cafezal em Flor

cafezal em flor

Tudo começou ao som de “Flor do Cafezal”, de Cascatinha e Inhana. Certo dia, lá em 1998, a Família Bichara foi em busca da realização de um sonho promissor – ter a sua própria fazenda de café. Quando avistaram a propriedade do ponto mais alto da região, souberam que era ali onde tudo começaria.

Situado numa face da Serra da Mantiqueira, pertinho de um antigo ponto da Ferrovia Mogiana sobre o rio Camanducaia, a Fazenda Cafezal em Flor, que recebeu esse nome em homenagem a música sertaneja, começou a dar seus primeiros passos com a ajuda de Tuffi Bichara. Ele e toda a sua família deram um novo sentido para o antigo cafezal judiado que havia no local.

O pontapé inicial foi a semeadura de 25 mil novas mudas de cinco variedades do Coffea Arábica. A escolha singular tem uma razão: o proprietário percebeu que o terroir da região era excelente, graças a características do solo, altitude e clima.

“Definimos juntos que deveríamos trabalhar o conceito de Cafés Especiais, proporcionando aos futuros visitantes e clientes o consumo de uma bebida de máxima qualidade”, conta Mateus Bichara, filho de Tuffi.

Sr. Tuffi e Matheus Bichara.

Sr. Tuffi e Mateus Bichara.

Porém, apenas o sonho não era suficiente – era necessário também ir atrás de estratégias específicas para fazer o negócio crescer e ter visibilidade. Foi então que a família Bichara se associou à Cooperativa Cooxupé, com o objetivo de buscar conhecimento técnico e aplicar tecnologia e avanços agronômicos na fazenda.

“A cada ano realizamos uma nova descoberta e assim fomos nos apaixonando pelo café cada vez mais, foi nesse ponto que redescobrimos nossas raízes”, relata Mateus.

O esforço valeu a pena. Após muita experiência adquirida ao longo de 20 anos, o sr. Tuffi conquistou o reconhecimento do setor. Além de receber diversos prêmios regionais de qualidade, em 2015 o café da Fazenda Cafezal em Flor ficou entre os 10 Melhores Cafés do Brasil no Coffee of the Year, na Semana Internacional do Café em Belo Horizonte.

“Essa conquista vem para reforçar o nosso diferencial: cafés selecionados que são produzidos em uma das regiões cafeeiras mais importantes do Brasil”.

Contato com a Probat

Reconhecimento recebido, mas ainda faltava algo. Buscando sempre a excelência, os proprietários da fazenda decidiram ir além do plantio para transformar o local também em um negócio voltado ao agroturismo e a comercialização do seu café para o consumidor final. Durante a Semana Internacional do Café de 2017, a família Bichara participou do Seminário Roast Lab com o intuito de decidir os próximos passos.

“Assistimos o Workshop de torra e ficamos encantados com as apresentações da Georgia Franco (Lucca Cafés Especiais) e do Paulo Kleinke, Diretor da Probat Leogap. A princípio não achávamos que teríamos condições de dar um salto tão grande, mas depois de muita conversa, percebemos que a Probat realmente é uma empresa parceira do produtor e que estava disposta a nos apoiar na nossa busca pela excelência, foi então que adquirimos nosso torrador Probatone 5”.

Na última semana de Fevereiro o torrador chegou na fazenda. Cercado por muita emoção e expectativa, Mateus conta que a instalação e o treinamento realizado pela equipe técnica foi incrível, e que após essa data a produção das torras tem ocorrido de forma ágil e descomplicada.

“A equipe toda sem nenhum exagero nos tratou muito bem e com a máxima disposição em nos orientar. Tivemos um dia de treinamento maravilhoso, no qual todos os funcionários da fazenda puderam testar o equipamento e perceber as vantagens de trabalhar com ele. Estamos maravilhados com o resultado das torras. Finalmente alcançamos nosso objetivo: melhorar a qualidade de nosso café na etapa que mais tínhamos dificuldade”.

A instalação do novo torrador foi um momento muito especial para a fazenda, marcada por um evento de inauguração dessa nova etapa na produção de cafés especiais:

“Guardamos com carinho a rolha do vinho que tomamos ao brindar, junto ao pessoal da Probat, um momento tão especial em nossas vidas. Para coroar, fizemos no dia seguinte, um evento de inauguração dessa nova etapa em nossa produção de café especiais, com um tour guiado mostrando todo o processo produtivo. Contamos com vários profissionais:  desde agrônomos, Q-graders, baristas, além dos profissionais da Probat. Também tivemos a presença de nossos hóspedes da Pousada Cafezal em Flor, onde pudemos fazer o que mais nos motiva: formar novos consumidores e introduzi-los ao mundo da “3ª Onda do Café”, permitindo a eles o contato com todas as etapas de produção de cafés de qualidade.

Rolha de Inauguração

Rolha de Inauguração

O momento da torra do café em nosso novo equipamento foi o ápice dessa experiência cafeinada no evento inaugural entitulado ‘Do Cafezal à Xicara’. Todos bateram palmas ao ver o café torrado saindo de nosso Probatone 5, agora carinhosamente batizado de Locomotiva 2402, dia de sua inauguração!”

Algumas semanas após o evento, Matheus relata que o dia-a-dia na fazenda ficou muito mais dinâmico com o Probatone 5:

“Nossa ‘Locomotiva 2402’ está a todo vapor. Estamos impressionados com a rapidez com que o equipamento responde aos comandos, conseguimos traçar os perfis de torra para todos nossos microlotes com muita facilidade. Sentimos que nossa rotina será de grande aprendizado daqui pra frente, já desenvolvemos inclusive uma ‘paleta de torras’ diversificada para criar blends com as variedades do Arábica cultivadas aqui”.

IMG_1492 11111 (22)Plantio, torrefação e agroturismo, unindo essas 3 vertentes a família Bichara está focada na expansão da marca nos próximos anos:

“Nosso objetivo é levar até o consumidor a experiência completa do cafezal à xícara por meio de nossas visitas guiadas e eventos de imersão no mundo dos cafés especiais”.

 

Fotos: Guilherme Cordeiro

Site da Fazenda: http://www.cafezalemflor.com.br/