Mineiro representará o Brasil no Campeonato Mundial de Torra

Foto_Materia_Resultado

Após 3 dias de muitos desafios, o grande vencedor do 2º Campeonato Brasileiro de Torra foi anunciado neste sábado (04/08) no Mercado Municipal de Curitiba. O mineiro Donieverson Afrânio dos Santos atingiu a nota mais alta dentre os 22 competidores e irá representar o Brasil no World Coffee Roasting Championship, prevista para acontecer em janeiro na Itália. A trajetória de Doni no Campeonato de Torra começou mais cedo, quando participou da pré-seletiva em Alta Mogiana e também ficou com a primeira colocação. Quem garantiu os outros troféus, de segundo e terceiro lugar foram, respectivamente, o curitibano Eduardo Affonso Scorsin – que já participou da primeira edição deste campeonato – e o Fabio Nakasato, de São Paulo, mestre de torra na Isso É Café.

No primeiro dia de competição, os participantes tiveram a oportunidade de realizar torras de teste no Probatone 5 (torrador oficial) e no torrador de prova TP2. No dia seguinte os competidores realizaram as provas por meio do cupping, para verificar se o café atingiu o resultado sensorial previsto. Eles também elaboraram o plano de torra e a descrição sensorial e entregaram aos juízes no dia anterior à etapa das torras oficiais.

Todos os competidores receberam o mesmo tempo, e os grãos na mesma quantidade e da mesma fazenda para realizar suas torras oficiais de acordo com o planejado. Ao final da torra, cada um entregou 1,5 kg do café torrado para ser avaliado pelos juízes.

Como etapa avaliativa inédita nesta edição, no mesmo dia do cupping, os mestres de torra receberam um pacote com grãos verdes e tiveram meia hora para fazer a classificação física dos grãos, realizando a catação de possíveis defeitos e peneira dos grãos verdes.

O último dia do campeonato ficou reservado à avaliação dos juízes, que foram criteriosos em analisar os grãos e a fidelidade de torra traçada por cada torrefador. O Lukasz Jura, representante da World Coffee Events, foi novamente Head Judge do Campeonato Brasileiro de Torra. Os outros quatro juízes sensoriais desta edição foram a Georgia Franco de Souza (Lucca Cafés Especiais), Paula Dulgheroff (Mundo Café), Paulo Cesar Figueiredo (Carmo Coffees) e André Águila (região da Alta Mogiana).

Confira a lista classificatória completa.

1.       Donieverson Afrânio dos Santos – Poços de Caldas/MG – (251.00 pts)
2.       Eduardo Affonso Scorsin – Curitiba/PR – (247.25 pts)
3.       Fábio Nakasato – São Paulo/SP – (242.25 pts)
4.       Hugo Souza Rocco – Curitiba/PR – (236.25 pts)
5.       Léo Moço – Curitiba/PR – (235.00 pts)
6.       Luiz Eduardo Melo – Curitiba/PR – (233.50 pts)
7.       Arthur Malaspina – Pedregulho/SP – (232.75 pts)
8.       Fabíola Jungles dos Santos Lima – Curitiba/PR – (230.00 pts)
9.       Jonathan de Campos Piazarolo Pereira – Vitória/ES – (229.75 pts)
10.   Orlando Luis Salvatti – Curitiba/PR – (226.75 pts)
11.   Sidinei Moura da Silva – Carmo de Minas/MG – (223.25 pts)
12.   Juliana Ganan – Itajubá/MG – (222.00 pts)
13.   Jéssica Maciel de Oliveira – Cascavel/PR – (222.00 pts)
14.   Daniel Munari – Curitiba/PR – (221.75 pts)
15.   Amandha Locatelli – Curitiba/PR – (221.25 pts)
16.   Jack Robson Silva – Varginha/MG – (217.25 pts)
17.   Acauã Auler Rolim – Joinville/SC – (213.75 pts)
18.   Leandro Carlos Piava – Machado/MG – (212.25 pts)
19.   Reginaldo Cesar Durigão – Arapongas/PR – (209.25 pts)
20.   Thiago de Oliveira Sidney – Pedregulho/SP – (203.00 pts)
21.   Saimithon G. A. Souza – Patrocínio/MG – (185.25 pts)
22.   Thiago Ximenes Naves – Três Corações/MG – (177.75 pts)

Sobre o Campeonato

O 2º Campeonato Brasileiro de Torra aconteceu mais uma vez em Curitiba e esta edição contou com mais parcerias e atividades. A Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil) promoveram e possibilitaram o acontecimento do evento. Como patrocinadores e anfitriões, a Probat Leogap disponibilizou os equipamentos para serem usados pelos competidores e o Lucca Cafés Especiais dispôs suas dependências para realização de algumas etapas. Os patrocinadores foram a Palini & Alves (máquinas agrícolas), Fazenda Harmonia e Fazenda Pilar, que deram sacas de grãos ao campeonato e ao vencedor. Como apoiadores do evento, tivemos a Prefeitura de Curitiba, o Mercado Municipal e a Ascesme, que cederam o espaço do mercado para o evento. A mídia oficial foi a Revista Espresso, que esteve cobrindo e divulgando o evento durante todos os dias. E paralelo à competição, aconteceram atividades para os competidores e visitantes, como dicas de métodos de preparo de café, campeonato de Latte Art e degustação de cafés especiais.

Créditos: Foto Rai Castor