Categoria: Notícias

Noticias Probat Leogap

Aprenda a preparar os mais variados tipos de café

Conheça os diferentes métodos para preparar cafés

São muitas as receitas, truques e segredos para a preparação de um bom café e – sem querer ofender a receita de sua avó! – hoje vamos mostrar alguns processos para você preparar na sua casa uma bebida de alta qualidade e sabor.

Baggio Café: nascido para ser especial

Baggio Café: nascido para ser especial

A Baggio Café foi construída com base em suor e lágrimas, mas é com um sorriso no rosto que Liana Baggio Ometto relembra de sua infância nas fazendas, acompanhando o trabalho dos seus pais e avós. “Na minha infância tinham muitas geadas e frequentemente perdíamos tudo. Mas também lembro de momentos bons, como procurar “filipe”, que são os grãos de café grudados, ou brincando por horas escondida na tulha ou sentindo aquele cheirinho maravilhoso do secador. Minha vida toda foi cercada de café”, relembra.

Os anos passaram e ela continuou acompanhando muito de perto toda a realidade das plantações de café de sua família, que vendia os grãos verdes no mercado nacional, mas sem atuar diretamente no segmento.

Após 11 anos trabalhando com papel e celulose, finalmente Liana decidiu se dedicar à cultura do café. Ali nascia um sonho. “Sempre dei muito valor pelo fato de ser neta de um italiano que largou tudo na Itália para vir tentar uma nova vida aqui no Brasil. Isso sempre me emocionou muito, pois o café é a base da minha família e deveria ser também a base dos meus negócios”.

Em 2002 começou a ler, se apaixonar e querer a voltar para o mercado do café. “Desde essa época, decidi que não precisava ser um negócio grande, mas que tinha ser único”. Um ano depois, começou a exportar seus cafés bem selecionados, com distribuidor na Itália e Estados Unidos, países onde aprendeu muito sobre o mercado de cafés especiais.

Liana sempre quis conhecer o máximo possível do negócio, por isso, passou um tempo em um empório para conhecer todas as maneiras de manipular cafés, onde eram preparados os grãos verdes fornecidos pela Baggio.

O começo foi complicado, mas também foi lá que conheceu Clodoaldo, que mais tarde se tornaria seu braço direito, mestre de torra e sócio. “Ele foi meu instrutor nesse empório e, desde o início, nos demos super bem. Eu ficava impressionada que tudo que ele fazia, ficava ótimo: as torras eram perfeitas, os cafés eram maravilhosos. Um tempo depois, perguntei se queria trabalhar na Baggio Café e, após pensar, decidiu apostar nesse sonho”.

Baggio Café: referência  por seus cafés especiais

Em 2006, com a desvalorização cambial e por serem uma empresa pequena, decidiram fazer uma torreção. Era a hora de mudar! “Decidi junto com o Clodoaldo por fazer nossa torrefação com uma linha pequena de cafés, apenas com os melhores grãos e também uma linha de aromatizados, o que fez com que muita gente nos chamasse de loucos, já que no Brasil ainda não tinha consumo expressivo de cafés com aromas. Até nós duvidamos inicialmente”, relembra.

Com o crescimento do negócio e boa aceitação do mercado aos produtos inovadores, começou também a parceria com a Probat Leogap.

“Compramos o nosso primeiro torrador, de 10 quilos em 2007. O Clodoaldo fez pesquisas e gostamos da linha Probat, principalmente por ser alemã e por termos sido muito bem atendidos. Tínhamos certeza da qualidade, confiávamos no produto e vimos que dispunham das melhores tecnologias e um completo sistema de segurança. Hoje, são nossos parceiros, por quem temos muito respeito e consideração”.

Mais um salto no crescimento em 2011 e mais uma aquisição Probat: o Probatone 25. “Nossa missão é satisfazer os paladares de milhões de apreciadores de cafés no Brasil e no mundo, capturando a delicadeza e a potencialidade que os grãos podem oferecer. Os torradores Probat são sinônimo de alta tecnologia. E isso faz toda diferença, porque sempre trabalhamos em busca da torra perfeita”. Para 2016, a parceria continua, com a concretização da compra do Probatone 60.

“Acabamos de comprar o Probatino, para as amostras, que era o sonho do Clodoaldo”, conta a sorridente Liana. Hoje, os cafés aromatizados representam 20% de todo o faturamento da empresa.

“Sempre focamos em estilo, qualidade, inovação, beleza e atendimento. Mas, não estamos satisfeitos, queremos mais! Estamos focando muito no mercado externo, com negociações bem interessantes com outros países. Estamos desenvolvendo outros produtos, para atender os mais variados paladares”.

Se no começo o negócio foi taxado como loucura, hoje é visto com muito respeito. “Meu avô provavelmente nunca imaginou que a quarta geração levaria o nome dele para tantos lugares e seria tão admirado e premiado”.

Liana também se prova uma boa administradora do tempo, já que vai da plantação ao cliente final, sempre antenada em tudo o que acontece no universo do café. “O mercado de cafés especiais cresce de 15 a 20% ao ano, segundo pesquisas da Associação Brasileira de Cafés (ABIC) e cada vez mais as pessoas estão se interessando em saber a procedência dos grãos e o processo de torra”.

Ela acredita que estamos numa revolução fortíssima do consumo. “Com a chegada das cápsulas, que tornou o consumo de cafés uma coisa universal, é comum vermos as pessoas degustando blends de todas as partes do mundo. Assim, o cliente pode consumir na comodidade de sua casa aquele café que antes só podia tomar em coffee shops”. Aliás, cápsulas é um segmento que a Baggio Café tem atuado forte e está em plena ascensão.

Microtorrefadoras e Probat Leogap: parceria na produção de cafés especiais

Probat Leogap intensifica atuação junto à microtorrefadoras

Empresa aproveita a boa fase do segmento e amplia o atendimento com produtos premium para microtorrefadoras.

Líder mundial na fabricação de equipamentos para torra e moagem de café, a Probat tem tradição no atendimento das maiores indústrias do país. Com mais de 50 anos no mercado brasileiro, a marca está presente em oito de cada 10 grandes empresas da área.

Com todo esse know-how, a marca agora quer intensificar a atuação no segmento de microtorrefadoras e coffee shops. “Sempre fomos reconhecidos pelos nossos equipamentos de grande porte para as indústrias, porém, no mundo tem forte presença junto às pequenas cafeterias e microtorrefadoras, e é isso que queremos mostrar para o mercado brasileiro”, afirma o diretor da Probat Leogap, Paulo Kleinke.

Enquanto o consumo de cafés tradicionais cresce em torno de 2%, o consumo de cafés especiais bate os 15% anualmente no mundo. Assim, novas possibilidade de negócios têm surgido para as pequenas empresas e, consequentemente, para a Probat.“Somos a marca preferida no resto do mundo pelos mestres de torra, agora, estamos direcionando nossos esforços para reforçar isso em terras brasileiras”, afirma o diretor.

Com as suas máquinas de menor porte, como o Probatone 5, com capacidade para 5kg de torra e o Probatino, com capacidade entre 800g a 1200g, a marca consegue atender com qualidade os coffee shops, que se tornam cada vez mais presentes nas cidades do país.

“Vivemos a difusão de uma nova cultura do café, onde os brasileiros não se satisfazem apenas com a bebida tradicional, as técnicas convencionais de preparo e com pouco sabor. Os brasileiros estão aprendendo que a bebida pode – e deve! – ser saborosa e sofisticada”

diz Elcio Kulka, gerente comercial da marca. Não apenas os coffee shops perceberam esse novo mercado em expansão, mas também as fazendas e cooperativas. “Hoje muitos produtores de café já atuam em todo o ciclo, da plantação à torra dos grãos, assim, surgem microtorrefadores, desenvolvendo produtos para atender os paladares dos consumidores mais exigentes”, diz Paulo Kleinke.

Tecnologia de ponta e qualidade assegurada

Uma das grandes preocupações da Probat Leogap, tanto na linha industrial quando nas suas máquinas de menor capacidade, é oferecer aos seus clientes a melhor qualidade e tecnologia, o que faz com que hoje o mercado a reconheça como uma marca premium.

“Nossos produtos têm qualidade superior e são resultados de extensas pesquisas, visando o sabor, aroma e característica de cada grão. Mais que isso, também nos preocupamos em oferecer a cada mestre de torra a possibilidade de desenvolver seus lotes de café de forma personalizada”, diz Paulo Kleinke.

Não se trata de um trabalho mecânico, mas extremamente versátil. “Seguindo os mais rigorosos padrões de qualidade e segurança alemãs, nossas máquinas atendem até o menor dos shop roasters, com tecnologia incomparável, como o software de curva de torra, onde é possível acompanhar detalhadamente cada etapa do processo, com precisão e reprodução fiel da técnica desenvolvida pelo mestre torrefador”, afirma o diretor.
Se não bastasse todas estas características, as máquinas Probat Leogap ainda são de alta durabilidade e baixa manutenção. “Nossas máquinas não possuem o menor preço, justamente por todas as pesquisas e tecnologias que utilizamos, assim como o moderno sistema de segurança, mas, a médio e longo prazo, há a garantia de um bom investimento e a certeza da melhor escolha para quem quer a perfeição na torra de grãos”, finaliza Elcio Kulka.